Toda poesia de Augusto dos Anjos, com organização e prefácio de Ferreira Gullar, em novo projeto gráfico. A poesia sincrética de Augusto dos Anjos está reunida em Toda poesia de Augusto dos Anjos, obra de grande importância histórica e artística. Inc
Record
Product ID: 4143
Product SKU: 4143
TODA POESIA DE AUGUSTO DOS ANJOS

TODA POESIA DE AUGUSTO DOS ANJOS

Marca: Record Referência: 20483

Carregando...
Toda poesia de Augusto dos Anjos, com organização e prefácio de Ferreira Gullar, em novo projeto gráfico. A poesia sincrética de Augusto dos Anjos está reunida em Toda poesia de Augusto dos Anjos, obra de grande importância histórica e artística. Incorporando linguagem científica e traços coloquiais, seus sonetos antecipam o modernismo e abordam assuntos cotidianos sob uma perspectiva crua e visceral que, embora chocante, se mostrou extremamente popular. Em 1928, seu livro Eu, cujas 58 poesias fazem parte dessa coletânea, vendeu 1.000 exemplares em quinze dias! Nesses poemas, a deterioração da matéria e o escatológico ganham uma faceta sublime, e a morte - científica, inevitável e ao mesmo tempo bem-quista - se apresenta como extrema materialidade.Elementos autobiográficos e o contexto político são, assim, fundamentais para essa obra de desalento, melancolia e técnica que incomodou a crítica. Esta, aliás, demorou muito para se interessar pelos escritos de Augusto. Ferreira Gullar, autor do prefácio, corrige esse atraso e nos presenteia com uma análise precisa sobre a produção do poeta paraibano.Influenciado por autores como Charles Baudelaire, Edgar Allan Poe e Cruz e Sousa, Augusto combina minuciosamente temas polêmicos e sonoridade impressionantes, como nos versos: ?Escarrar de um abismo noutro abismo/ Mandando ao Céu o fumo de um cigarro / Há mais filosofia neste escarro / Do que em toda a moral do cristianismo!? Original e contemporâneo, Toda poesia de Augusto dos Anjos é um convite à reflexão sobre dilemas humanos e apreciação da boa poesia. Atemporal. ?Li o Eu na adolescência e foi como se levasse um soco na cara [...]. Ao espanto sucedeu intensa curiosidade [...]. Quis ler mais esse poeta diferente dos clássicos, dos românticos, dos parnasianos, dos simbolistas, de todos os poetas que eu conhecia [...]. Augusto dos Anjos continua sendo o grande caso singular da poesia brasileira.? Carlos Drummond de Andrade ?Lendo e relendo o Eu, sempre descobrimos coisas n

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.
  • Autor: FERREIRA GULLAR
  • Ilustrador: -
  • Editora: RECORD
  • Gênero: POESIA - BRASILEIRA
  • Formato: 13,5 x 21
  • Tema: Geral
  • Página: 318
  • Série/Coleção: N/I

Confira os produtos